Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
Oeste Capital 93.3 FM
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Crianças aprendem sobre o corpo e suas funções

AnteriorPróximo
« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:levar, percebam, atividade, mágica, diferentes, texturas, formas e faixa296 palavras4 min. para ler
Crianças aprendem sobre o corpo e suas funçõesVer imagem ampliada
Levar as crianças a compreender o próprio corpo, suas funções básicas e a diversidade de características físicas presentes no grupo, proporcionando o desenvolvimento da autonomia e identidade. Essa é a proposta do projeto “Eu e Meu Corpo” com a turma do pré-escolar do Centro de Educação Infantil Municipal Alto da Serra.
Durante as atividades do projeto, as crianças tiveram a oportunidade de viver e vivenciar muitas experiências, entre elas, como identificar as partes internas e externas do corpo através de um protótipo, aprenderam os bons hábitos de higiene para manter a saúde, fizeram montagem de cartazes com os órgãos do sentido, realizaram manuseio de livros e observação dos colegas e deles mesmos no espelho. “Entre as atividades estava sentir o sabor com os olhos vendados e adivinhar do que se trata e tatear objetos tentando identificá-los só pelo toque, são algumas das atividades realizadas pela turma”, comentou a professora Andriana Cassol.

A professora destacou ainda que foi realizada a atividade da caixa mágica, que permite identificar as diferentes texturas e formas. A faixa etária deles permite que percebam que o corpo deles está crescendo. “A caixa dos sentidos faz com que apurem o sentido do tato e para aguçar o olfato e o paladar, usamos a experimentação dos cheiros e gostos com os olhos vendados. É gratificante, pois, eles compreenderam o funcionamento do corpo de forma simplificada”, explicou.
A aluna Maura Becker, de 05 anos, explicou que a professora trouxe um boneco do corpo humano e tinha as coisas por dentro, parecia até que tinha cabelinho de verdade. “Até agora eu nunca tinha estudado sobre o corpo e agora eu já sei da cabeça, do tronco e membros, a boca serve para falar, comer e sentir o gosto”, finalizou.
Fonte e imagem: Prefeitura de Chapecó

Fonte:PMC
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

AnteriorPróximo

Curta o nosso site!

AnteriorPróximo