Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Comunidade da Efapi debate situação da base da PM

« Mais recente🔀🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:dezenas, novo, possivelmente, estado, orçamento, aprovação, após e repassadas265 palavras4 min. para ler

Dezenas de pessoas, entre moradores, empresários e lideranças locais, participaram de uma audiência pública na noite de quinta-feira (27) para debater a situação da base da Polícia Militar no bairro Efapi. Baseados em um abaixo assinado, com mais de 1500 assinaturas, eles apresentaram pontos negativos referentes ao possível fechamento do espaço e demandas locais que mostram a necessidade de aumento da segurança na área oeste da cidade.
De acordo com o comandante do segundo batalhão da PM, Tenente Coronel Ricardo Alves da Silva, a intenção não é fechar a base, mas sim, melhorar as condições de trabalho para os policiais que atuam no local e a qualidade do serviço prestado para a comunidade.
Durante o encontro, os deputados estaduais Altair Silva e Luciane Carminatti se comprometeram em destinar emendas impositivas para a construção da nova base. "O Coronel nos passou que o valor para a construção do novo espaço é de aproximadamente R$ 300 mil reais e juntamente com meu colega, deputado Altair, vamos destinar R$ 150 mil em emendas que devem ser repassadas após aprovação do orçamento do Estado, possivelmente para 2021”, declarou Carminatti.
Como a obra só deverá sair do papel no ano que vem, a própria comunidade, através do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg)  decidiu unir esforços para reformar a base atual, e assim, garantir que os trabalhos na base não sejam paralisados.
A Base da Efapi, de acordo com o Coronel Ricardo, está sem condições adequadas de trabalho para os policiais que atuam no local. Por isso, o Coronel informou, em fevereiro, que se não houvessem melhorias no espaço, ele deveria ser fechado.

Fonte:/ClicRDC

Últimos recados

Curta o nosso site!