Voltar ao topo.Ver em Libras.
Oeste Capital 93.3 FM
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

CHAPECÓ REGISTRA MAIS DE MIL FOCOS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI#

VoltarVeja também
« Última» Primeira🛈
ImprimirReportar erroTags:dados, centro, sendo, contraíram, pessoas, conforme, intensificados e inseto187 palavras3 min. para ler
CHAPECÓ REGISTRA MAIS DE MIL FOCOS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTIVer imagem ampliada
Dados da Administração Municipal mostram que Chapecó, no Oeste Catarinense, já registrou 1.004 focos do mosquito Aedes aegypti até 20 de maio de 2019. Com isso, o município é considerado infestado pelo transmissor da dengue, segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC). 

A quantia computada em 2019 é alarmante, pois representa o resultado de apenas cinco meses. Comparado a 2018, foram 1.023 registros durante o ano todo. 

Segundo o município, há focos em todos os bairros, mas a maior incidência está no Efapi e Centro. Com isso, os trabalhos de combate ao inseto foram intensificados. 

Ainda conforme a Administração Municipal, 10 pessoas contraíram a dengue, sendo que nove são casos importados e um autóctone. Ainda 14 aguardam exames. Apenas neste ano, de 198 suspeitas, 174 tiveram resultado negativo. 

Segundo o último relatório da DIVE, divulgado no dia 11 de abril, em SC, há 85 municípios considerados infestados pelo mosquito Aedes aegypti. 

No período de 30 de dezembro de 2018 a 11 de maio de 2019, foram identificados 16.558 focos do mosquito Aedes aegypti em 178 municípios. Comparado ao mesmo período de 2018, quando foram identificados 10.161 focos em 148 municípios, houve um aumento de 63% no número de focos identificados.

Fonte:ClicRDC, Foto: Willian Ricardo/ClicRDC

Últimos recados#

Curta o nosso site!#