Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Item adicionado ao pedido! E agora?
Permanecer na página atualIr para a tela de finalização do pedido
Voltar ao topo.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Bombeiros localizam corpo do motorista de caminhão que caiu no Rio Irani

AnteriorPróximo
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:antunes, metros, profundidade, sergio, kara, anos, idade e retirado287 palavras4 min. para ler
Bombeiros localizam corpo do motorista de caminhão que caiu no Rio IraniVer imagem ampliada
O Corpo de Bombeiros localizou, no fim da manhã desta terça-feira (3), o corpo do motorista de um caminhão que caiu no Rio Irani, entre Chapecó e Arvoredo, por volta das 15h30min da segunda-feira (2). O acidente aconteceu na ponte sobre o rio, no km 76,750, da SC-283. Segundo populares, o caminhão VW/23.220, placa do município de Chapecó, transitava no sentido Chapecó/Seara, quando teria ficado sem freio, bateu em arvores, em seguida colidiu na estrutura da ponte, por fim caiu no lago. O veículo estava carregado com barras e chapas de aço, sendo que parte da carga ficou espalhada sobre a pista.
O Corpo de Bombeiros esteve no local, porém nada pode ser feito, pois o caminhão estava submerso e as condições de visibilidade não permitiram mergulho. A Polícia Militar Rodoviária (PRMv) esteve no local realizando os levantamentos necessários e liberação da pista. Nesta terça-feira, quatro mergulhadores, sendo dois do 6º BBM e outros dois do 12º BBM estiveram no local realizando buscas, desde as 8h30 da manhã.  Segundo os Bombeiros, o caminhão estava a cerca de 20 metros de profundidade. O corpo do motorista, Sergio Kara, de 52 anos de idade, foi retirado do rio e ficou aos cuidados do Instituto Geral de Perícias (IGP) para encaminhamentos cabíveis.
De 2009 a 2018 foram pelo menos oito acidentes com mortos e feridos na ponte do Rio Irani, SC-283, entre Chapecó e Arvoredo/SC, envolvendo caminhões. As principais causas é a alta velocidade, aponta a Polícia Rodoviária. Um levantamento feito pelo portal ClicRDC, mostra que foram pelo menos sete mortes de motoristas e passageiros, sendo que todas as vítimas foram homens. O 8º caso, envolveu um casal e uma criança, sendo que todos sobreviveram.
Fonte: ClicRDC/Willian Ricardo
Foto: Diego Antunes
 

Fonte:ClicRDC
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

AnteriorPróximo

Curta o nosso site!

AnteriorPróximo