Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora:Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Em Chapecó, Carlos Moisés assina ordens de serviço de obras do rio Chapecozinho e anuncia programa “Santa Catarina, Um Estado de Verdade”

  1. Início
  2. BlogCentral de ajudaContatoEventosMapa do siteMural de recados
  3. Economia
  4. Em Chapecó, Carlos Moisés assina ordens de serviço de obras do rio Chapecozinho e anuncia programa “Santa Catarina, Um Estado de Verdade”
Veja também
« Mais recente🔀🛈Categoria:Economia
ImprimirReportar erroTags:projeto, bilhões, estado, programa, chapecozinho, rio e litros260 palavras4 min. para ler
Durante a passagem por Chapecó, o governador de Santa Catarina assinou os contratos da ordem de serviço, que autoriza o início da obra da macroadutora do Rio Chapecozinho e anunciou o programa "Santa Catarina, Um Estado de Verdade”, nesta quarta-feira (03).
Conforme o governo do Estado, o programa tem três eixos principais: planejamento hídrico, retomada economia e infraestrutura. Serão investidos R$ 1,7 bilhões no planejamento hídrico, R$ 2,3 bilhões retomada da economia e R$ 5,5 bilhões infraestrutura, que somam R$ 9,5 bilhões de investimentos no programa.
Além do anúncio do programa e a assinatura de obras no rio Chapecozinho, o governo do Estado anunciou melhorias para rodovias no Oeste do Estado e investimentos para um Centro de Inovação de Resgate e Saúde, que envolve o Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Projeto de captação de água no rio Chapecozinho
O projeto de captação de água no Rio Chapecozinho, em Bom Jesus, começou a ser elaborado no início da década e foi concluído após a estiagem de 2012/2013. Foi lançado em 2015 mas suspenso após disputas judiciais. Foi concluído em 2018 mas ficou parado por dois anos pois não havia recursos.
O governo fará um aporte de R$ 65 milhões do Tesouro para o início do projeto, que consiste numa adutora de 57 quilômetros, de Bom Jesus até Chapecó. Também estão previstas uma Estação de Tratamento e dois reservatórios, um em Xanxerê, com capacidade para R$ 6 milhões de litros, e outro em Xaxim, com 3,6 milhões de litros. O projeto tem capacidade para 1,2 mil litros por segundo, podendo atender 450 mil pessoas.
Foto:Marina Fávero/ClicRDC

Últimos recados

Curta o nosso site!

Guardamos estatísticas de uso e utilizamos cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais em nossa política de uso.