Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

POR CONTA DE DÍVIDA DO IRMÃO, HOMEM FOI MORTO COM DOIS TIROS NA CABEÇA EM CHAPECÓ

« Mais recente🔀🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:foi, suspeito, vítima, homem, crime, pela, investigação e anos289 palavras4 min. para ler

Uma dívida do irmão de Clavio Soares, com o suspeito do crime motivou uma discussão, que resultou na morte da vítima. O crime aconteceu no feriado de 15 de novembro de 2019, na rua 25 de Agosto, no bairro Jardim América, em Chapecó (SC). Clavio foi morto com dois tiros na cabeça por um vizinho. Nesta segunda-feira (3), a Polícia Civil esclareceu o homicídio.O suspeito, um homem de 31 anos, está preso e foi indiciado pela Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), por homicídio e porte ilegal de arma de fogo. Outro investigado, um homem, de 35 anos, foi indiciado por favorecimento pessoal. Segundo o delegado Vagner Papini – responsável pela Investigação – ele dirigiu o carro em que o suspeito fugiu.
Conforme o delegado, a investigação apurou que no dia do crime, o suspeito foi pela manhã até a residência e teve uma discussão com o irmão da vítima, que tinha uma dívida com o autor. Durante a tarde, ele foi novamente a casa e encontrou a vítima, com quem teve uma discussão. O suspeito efetuou os disparos e fugiu em um carro, de cor vermelha, conduzido por um homem de 35 anos.
A vítima foi socorrida e conduzida ao Hospital Regional do Oeste (HRO), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
O suspeito fugiu e não foi preso em flagrante. Alguns dias depois ele se apresentou na delegacia – com um advogado e assumiu a autoria. Ele apresentou a versão que a vítima tinha o atacado com um facão que, segundo Papini foi descartado pela Investigação.
O homem disse que jogou a arma usada no crime fora. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos no dia 28 de janeiro, na casa do suspeito, para tentar localizar a arma, que não foi encontrada.

Fonte:/ClicRDC

Últimos recados

Curta o nosso site!