Voltar ao topo.
Oeste Capital 93.3 FM
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

PM flagra rinha de galo no interior de Chapecó

« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:fizer, utilizado, pm, pela, capturados, mato, correram e ilegal265 palavras4 min. para ler
PM flagra rinha de galo no interior de ChapecóVer imagem ampliada
Policiais Militares flagraram uma rinha de galo e, depois de correr atrás dos suspeitos, detiveram sete pessoas e apreenderam materiais usados para o crime no fim da tarde desta segunda-feira (7), por volta das 17h. Depois de receber uma denúncia, duas guarnições da Polícia Militar se deslocaram até a Linha Tomazelli, interior de Chapecó, próximo da Efapi, para verificar uma suposta rinha de galo. No deslocamento foi abordado um Fiat Uno prata em atitude suspeita, com três indivíduos no seu interior. Após revista foram encontrados dois galos e vários objetos utilizados em rinhas de galo.

Dois policiais ficaram no local com os três indivíduos e os outros policiais foram com uma viatura até o suposto local utilizado para a rinha. Ao chegar, os policiais flagraram a rinha entre dois galos e sete homens ao redor de uma arena montada para a disputa ilegal. Quatro deles correram para o mato e dois deles foram capturados pela PM.

Ao todo, havia 21 galos num galinheiro e cinco pessoas foram detidas no local e ainda os dois animais encontrados no carro abordado com mais três homens que também foram detidos e confessaram participação na rinha.

Foi lavrado um Termo Circunstanciado contra o responsável pelo local, de 39 anos, que responderá pelo crime de maus tratos e os demais foram arrolados como testemunhas, mas devidamente cadastrados e podem responder também dentro de suas participações, dependendo do entendimento na audiência.

A arena foi destruída e o responsável ficou como fiel depositário dos galos, tendo que manter os cuidados e a saúde dos animais, com possibilidade de maior responsabilização se não o fizer.


Ver imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliada
Fonte:Polícia Militar
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!