Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
AcessibilidadeVer em LibrasCursor grandePausar animações

Mais de 20 pessoas recebem penas que passam de 250 anos de reclusão em Chapecó#

🔀


Em dezembro de 2022, mais de 20 pessoas foram presas durante a Operação "METÁSTASE” no Bairro São Pedro, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. A operação tinha o objetivo de combater organização criminosa que era responsável pelo tráfico de drogas naquela localidade. Ao todo, mais de 20 pessoas foram presas na operação, sendo 18 por mandado de prisão preventiva e três em flagrante delito.

Esta semana saiu a sentença judicial que condenou 20 envolvidos no tráfico e associação criminosa. As penas somadas passam de 250 anos de reclusão.

RELEMBRE A OPERAÇÃO METÁSTASE E OCORRIDA EM 02/12/2022.

O objetivo é o cumprimento de 18 mandados de prisão preventiva, 18 mandados de busca e apreensão e internações de adolescentes. Mais de 20 pessoas foram presas, sendo três em flagrante e 18 em decorrência do cumprimento dos mandados de prisão preventiva. Além disso, três adolescentes foram encaminhados para internação. Foram apreendidos também veículos, aparelhos celulares, drogas, dinheiro e armas.

As investigações, que duraram cerca de seis meses, identificaram uma organização criminosa que atuava na região e que era comandada por membros de uma família. Após diversas diligências, apurou-se que o tráfico era realizado como uma espécie de "drive thru” de cocaína.

Dessa forma, os usuários procuravam a droga e eram atendidos pelos operadores da organização, que contava com uma rede de apoio de pessoas identificadas como "olheiros”, que ficavam em pontos estratégicos e tinham como função anunciar a aproximação de qualquer viatura policial.

A organização ainda era beneficiada por alguns proprietários de residências próximas, pra onde os criminosos fugiam e escondiam as drogas quando eram alertados pelos "olheiros”, dinâmica que dificultava a atividade policial.

Durante o período de investigação, foi produzido vasto material probatório contra a organização criminosa, o qual serviu de base para representação de medidas cautelares pela Polícia Civil, que foram deferidas.

A operação policial recebeu o nome de Metástase, pois compara o tráfico de drogas ao processo de metástase de células malignas que, a partir de um ponto primário, criam vias de disseminação, espalhando-se por todo um organismo.

No total, participaram 76 policiais civis, 54 policiais militares e 22 Guardas Municipais. Os policiais civis eram das Delegacias Regionais de Chapecó, Xanxerê, São Miguel do Oeste, Maravilha, Concórdia e Dionísio Cerqueira, do Serviço Aeropolicial de Fronteira, do Núcleo de Operações com Cães, do Setor de Operações da Diretoria da Fronteira, do Centro de Apoio de Combate aos Crimes Contra o Agronegócio e da operação "Hórus”.

A Operação também contou com a participação de Policiais Militares do 2º Batalhão da Polícia Militar de Chapecó e da Guarda Municipal.

O post Mais de 20 pessoas recebem penas que passam de 250 anos de reclusão em Chapecó apareceu primeiro em ClicRDC.

Fonte:https://clicrdc.com.br/seguranca-publica/mais-de-20-pessoas-recebem-penas-que-passam-de-250-anos-de-reclusao-em-chapeco/
Outras opções
ImprimirReportar erroTags:operação, foram, organização, pessoas, policiais, drogas e tráfico434 palavras4 min. para ler

Compartilhar artigo:
CompartilharPin itPublicarRecomendar

Últimos recados#

Redes sociais#

+55 (49) 3361-3130Fale conosco agora