Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topoVer em Libras
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora:Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

MPSC denuncia 158 por crimes apurados na Operação Corte Seguro#

« Mais recente🔀Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:veículos, joinville, organização, receptadores, proprietários, criminosa e catarina304 palavras3 min. para ler

A 9ª Promotoria de Justiça da Comarca de Joinville apresentou, esta semana, denúncia contra 158 pessoas por crimes contra seguradoras de veículos apurados na Operação Corte Seguro, desenvolvida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) de Joinville no início de outubro. Dois denunciados são de Chapecó e um é de Pinhalzinho.
De acordo com a denúncia do Promotor de Justiça Alan Boettger, um grupo de aliciadores do Rio de Janeiro cooptava proprietários de veículos segurados naquele Estado, ou seus intermediários, e encaminhava os automóveis para Santa Catarina. Os veículos eram repassados para receptadores representantes de estabelecimentos comerciais, a fim de que fossem desmontados, tivessem seus sinais identificadores adulterados e as suas peças fossem clandestinamente inseridas no mercado.
Após a chegada dos veículos em Santa Catarina, os seus proprietários, objetivando o recebimento do seguro, faziam falsas comunicações de roubo no Estado de origem, confeccionando boletins de ocorrência com relatos sobre crimes fictícios.

Foram denunciados:

- 4 aliciadores do Rio de Janeiro

- 14 responsáveis pelo transporte dos veículos para Santa Catarina (quatro de Garuva, três de Joinville, dois de Gaspar, dois de Blumenau, dois de São Bento do Sul e um de Balneário Camboriú)

- 2 receptadores com voz de comando na organização (ambos de Joinville)

- 57 receptadores de veículos e peças automotivas e colaboradores da organização criminosa (36 de Joinville, três de Curitiba, três de Blumenau, três de São José, três em Palhoça, dois de Chapecó, um em Santo Amaro da Imperatriz, um Araquari, um em Imbituba, um em Guaramirim, um em Pinhalzinho, um em Tijucas e um em Cocal do Sul)

- 81 proprietários de veículos (um de Joinville e o restante do Rio de Janeiro)
 

Os aliciadores foram denunciados pelos crimes de estelionato, receptação qualificada e organização criminosa. Os transportadores, os receptadores e os colaboradores, por recepção qualificada e organização criminosa e os proprietários de veículos por estelionato.

Últimos recados#

Curta o nosso site#

Este site usa cookies para melhorar a navegação.
Termos legais e privacidadeOpt-out