Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

MPF denuncia 26 médicos do Hospital Universitário de Florianópolis por estelionato

« Mais recente🔀🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:os, médicos, pf, trabalharam, horas, funcionários, não e da221 palavras3 min. para ler

Ministério Público Federal de Santa Catarina (MPF-SC) denunciou na terça-feira dia 02, 26 médicos concursados do Hospital Universitário (HU) Polydoro Ernani de São Thiago, de Florianópolis, por estelionato. Eles são suspeitos de não cumprir a carga horária pela qual foram contratados.Dentro da própria Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) existe um processo administrativo que apura o mesmo caso. O G1 tentou contato com a Corregedoria da universidade para verificar o andamento, mas não obteve informações até a publicação desta notícia. Os nomes dos médicos não foram divulgados. A Polícia Federal fez uma média do total de horas que os médicos efetivamente trabalharam na instituição pública. Ao todo, os 27 médicos trabalharam um total de 283 horas por semana, de acordo com a PF. Por contrato, esses funcionários deveriam ter trabalhado 1.060 horas por semana. Ou seja, trabalharam 26,7% daquilo que estava acordado como prestação de serviço.
Considerando a portaria nº 1.101/2002 do Ministério da Saúde, cada médico poderia atender até quatro consultas por hora. Em um dia, os 27 médicos deveriam atender por turno 848 consultas, mas a média somando todos os funcionários era de 226, conforme a PF. A investigação durou um ano e meio, segundo a PF. A polícia recebeu as denúncias por meio de outros funcionários do HU e colocou agentes infiltrados na unidade.
Fonte e imagem: G1 SC

 

Fonte:/G1 SC

Últimos recados

Curta o nosso site!