Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topoVer em Libras
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora:Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

JUIZ CONCEDE LIBERDADE PROVISÓRIA À MÃE SUSPEITA DE MATAR FILHA DE 4 ANOS EM GUATAMBU#

« Mais recente🔀Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:foi, polícia, filha, dias, caso, laudo e criança226 palavras2 min. para ler

Na tarde desta terça-feira (22), o juiz substituto Guilherme Pereima concedeu a liberdade provisória à mulher indiciada pela morte da filha de 4 anos. O fato aconteceu na madrugada de segunda-feira (21), no município de Guatambu (SC). Conforme o Tribunal de Justiça de Chapecó, a audiência de custódia estava marcada para às 16h desta terça. A decisão foi tomada em conformidade com ofício do delegado de polícia Tiago Escudero, onde relata que, "após exames preliminares, em contato com o perito responsável pelo exame, foi recebida a informação de que, embora a suspeita tenha confessado ter agredido a filha e tais lesões serem observadas no corpo da criança, as agressões, a princípio, não têm relação com o óbito”. 
Diante do argumento, a audiência de custódia foi dispensada e a mulher foi liberada em tempo dos atos fúnebres da filha.
​A polícia e o Poder Judiciário aguardam laudo pericial oficial da morte da criança. O caso segue sob responsabilidade da 1ª Vara Criminal da comarca de Chapecó, em segredo de Justiça.
O laudo cadavérico deverá ficar pronto dentro de 45 dias. O procedimento de flagrância foi concluído ainda no dia dos fatos pelo delegado Escudero e remetido à Delegacia de Polícia Civil de Guatambu, que ficará responsável pela investigação.
Com a liberdade provisória da suspeita, Scheffer afirma que tem 30 dias para concluir o Inquérito Policial sobre o caso.

Últimos recados#

Curta o nosso site#

Este site usa cookies para melhorar a navegação.
Termos legais e privacidadeOpt-out