Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

JOVEM DE 18 ANOS FAZ QUATRO PESSOAS REFÉNS EM CHAPECÓ

« Última» Primeira🛈
ImprimirReportar erroTags:procedimentos, alguém, serem, acionados, começaram, conversas, informou e havia318 palavras4 min. para ler
JOVEM DE 18 ANOS FAZ QUATRO PESSOAS REFÉNS EM CHAPECÓVer imagem ampliada
Um jovem, de 18 anos, fez quatro pessoas de reféns com uma faca na rua José Oliver de Brito, no bairro Santo Antônio, em Chapecó (SC). A ocorrência iniciou por volta das 2h10 e terminou próximo às 7h30, deste sábado (28). Entre as vítimas estava um bebê, de 10 meses. Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ninguém ficou ferido e precisou ser atendido.

Segundo o relato da Polícia Militar (PM), a mulher do autor, de 44 anos, disse que ele saiu da residência e retornou muito agressivo, onde a pegou pelo pescoço e a machucou. Conforme a companheira, o homem fazia ameaças, entrou na casa, quebrou um vídeo game e agrediu um adolescente, de 15 anos, filho de sua mulher. O homem, de 18 anos, possuí várias passagens por ameaça e lesão corporal no âmbito doméstico.

A mulher do autor e o adolescente conseguiram sair de casa e acionaram a PM. Após serem acionados, os policiais começaram as conversas com o autor. Ele informou que havia reféns na residência e que se alguém entrasse, faria mal a eles. O suspeito ainda disse que possuía uma arma de fogo e uma faca.

Dentro da residência estavam um casal, de 26 e 19 anos e seus filhos de, cinco anos e 10 meses.

Após aproximadamente três horas de negociações, o suspeito liberou a mulher, de 26 anos e a filha, de cinco anos. Uma hora depois, o homem, de 19 anos e o filho de 10 meses também foram soltos. Depois da libertação dos reféns, o autor se entregou para os policiais. A PM fez buscas na residência e encontrou uma faca, que foi reconhecida pelas vítimas como a arma do crime.

O canil também foi acionado para buscas à arma de fogo que o autor falava ter, mas nada foi localizado. Segundo a PM, não foi necessário o uso de armamento não-letal ou letal. Todos foram conduzidos a Central de Plantão Policial (CPP) para os devidos procedimentos.

Fonte:ClicRDC, Foto: Samu

Últimos recados

Curta o nosso site!