Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

INQUÉRITO SOBRE CASO DO HOMEM QUE MORREU AO INVADIR CASA EM CHAPECÓ É ENVIADO À JUSTIÇA

« Mais recente🔀🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:sangue, teria, médico, instituto, familiar, momento, identificado e informou200 palavras3 min. para ler

O homem que morreu ao invadir uma residência, no bairro Presidente  Medici em Chapecó, segue sem identificação. O inquérito policial sobre o caso já foi concluído pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos e foi encaminhado ao Poder Judiciário. A morte do homem ocorreu no dia 9 de janeiro.Conforme o delegado Elder Arruda Chaves, responsável pela investigação, a vítima da tentativa de roubo não será indiciada.
"Não será indiciada por nenhum crime, porque ela estava em sua residência, tinha posse de arma de fogo, disparou para o chão, esse projétil não atingiu o suspeito, que veio a óbito em decorrência dos cortes  que ele teria produzido ao tentar entrar na residência”, explicou .
O delegado também informou que o homem não foi identificado até o momento e que nenhum familiar foi até o Instituto Médico Legal (IML) para reconhecer o corpo.
"A legislação estabelece, mais ou menos, um prazo de 30 dias para o corpo ficar no IML posteriormente ele pode, no meu entendimento, ser designado tanto para as faculdades de medicina como para enterrar como indigente”.
A causa da morte, segundo o delegado, foi decorrente de choque hemorrágico, devido à perda de sangue.

Fonte:/Divulgação

Últimos recados

Curta o nosso site!