Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Gilson Kleina é apresentado na Chapecoense

« Mais recente🔀🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:kleina, técnico, preta, chapecoense, ponte, caxias, chape e coritiba309 palavras4 min. para ler

Faltando apenas nove rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, a Chapecoense tem um novo comandante a beira do gramado. Gilson Kleina foi apresentado no fim da tarde de hoje como técnico do Verdão. Ele assina contrato até dezembro de 2018 e chega acompanhado do auxiliar-técnico Juninho e do preparador físico Fabiano Xhá."Estamos lisonjeados pelo convite da Chapecoense. Viemos de corpo e alma para fazer o melhor trabalho. Sabemos que futebol é feito de ponto de vista. Temos a nossa convicção, mas não queremos uma ditadura ou ser autoritário. Vamos buscar um futebol consistente, com perspectiva de crescimento. Viemos com uma filosofia vencedora”, destacou o novo comandante da Chape, em entrevista coletiva. 
Kleina comanda hoje o seu primeiro treino com o grupo de atletas. A sua estreia ainda não está confirmada para domingo (22), já que ele saiu da Ponte Preta com um jogo de suspensão (eram três, mas ele cumpriu dois na própria Macaca). A Chapecoense consultou a CBF para saber se o treinador poderá estar presente na beira do gramado, já que antes do duelo contra o Galo, o nome de Kleina já havia sido publicado no BID. 
O próximo jogo da Chape será no domingo (22), diante do Fluminense, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Condá. O confronto está marcado para as 19h.
Currículo
Kleina iniciou a carreira como auxiliar técnico no Coritiba, em 1998. Acumula passagens por Marseille (França), Vila Nova-GO, Botafogo, Iraty, Criciúma, Paraná, Caldense, Cianorte, Coruripe, Gama, Sampaio Corrêa, Ipatinga, Caxias, Duque de Caxias e Boavista. Em 2011 chegou a Ponte Preta, onde conseguiu projeção nacional na carreira. Depois, passou por Palmeiras, Bahia, Avaí, Coritiba e Goiás. Em março deste ano assumiu a Ponte Preta, onde foi demitido em setembro. Na Macaca, foram 13 vitórias, 10 empates e 14 derrotas. 
Fonte:ClicRDC/Mateus Montemezzo
Imagem: Sirli Freitas/ACF
 

 

Fonte:/ClicRDC

Últimos recados

Curta o nosso site!