Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

FILAS NAS CRECHES: “NÃO FALTAM VAGAS EM CHAPECÓ”, SEGUNDO PREFEITURA#

« Última» Primeira🛈
ImprimirReportar erroTags:possui, pequeno, matrícula, estaremos, atendendo, ficaram, completou e três627 palavras10 min. para ler
FILAS NAS CRECHES: “NÃO FALTAM VAGAS EM CHAPECÓ”, SEGUNDO PREFEITURAVer imagem ampliada
Começou nesta quarta-feira (6), a primeira etapa do período de matrículas na Rede Municipal de Ensino de Chapecó. Nesta fase, os pais podem matricular os filhos no berçário. Em alguns Centros de Educação Infantil Municipal (CEIM) foram registradas filas dos responsáveis em busca de vagas, cena que já aconteceu no ano passado.

O ClicRDC conversou com a secretária de Educação Sandra Galera, que explicou que há vagas para todos, divididas nos 41 Centros de Educação Infantil Municipais e 10 extensões nas Escolas Básicas Municipais, distribuídos nas áreas urbana e rural. Mas as filas se formam por que os responsáveis têm preferência por determinados centros, ou por estar perto de casa, do trabalho ou por outros motivos pessoais. "Segunda-feira já tínhamos essa preocupação (de haver filas). Por isso, fizemos um dia para cada série. Há uma preocupação muito grande dos pais pela vagas. No CEIM Ciranda da Criança, tínhamos 47 vagas, porém, haviam mais pessoas lá [na fila]. (…) Eu disse que não precisavam ficar ali, falei que íamos atender a todos, mesmo que ultrapassasse. Depois temos a lista dos que ficam de fora e vamos tentar encaixar”, disse a secretária.

Ao todo, mais de 4300 vagas foram abertas para atender a educação infantil de Chapecó. Na angústia de conseguir uma vaga os filhos nos centros de preferência, pais foram até as instituições de ensinos ainda durante a madrugada. Filas foram registradas e o atendimento começou às 7h30 – como previsto no edital.  O centro que registrou mais filas foi no Bairro Efapi: o CEIM Ciranda da Criança.

A secretaria de educação de Chapecó "entende que os pais querem as vagas mais próximas de suas casas”. O município está em busca de soluções para quem não conseguiu neste primeiro momento. "A gente já está vendo um projeto para atender todas as famílias, com certeza quando começar a nova etapa da matrícula (5 e 6 de fevereiro), estaremos atendendo os que ficaram de fora”, completou.

Na manhã desta quarta-feira, em três visitas aos centros, a reportagem do ClicRDC encontrou instituições de ensino com vagas à disposição da comunidade.

No CEIM Pequeno Príncipe, o maior do município, no bairro Presidente Médici, existem vagas a disposição. Segundo a gestora da instituição, 71 vagas foram abertas e, até o final da manhã, aproximadamente 30 ainda estavam em aberto para o berçário.

Já no CEIM Iris Abello, no bairro Jardim América, todas as trinta vagas para o berçário já foram preenchidas. Agora, a instituição encaminha os nomes da lista de espera para as demais escolas da cidade. Ao todo, o Iris Abello atende 160 crianças.

A terceira visita da reportagem foi ao CEIM Ciranda do Saber. Lá, pais foram durante a madrugada para garantir as vagas. A instituição cedeu um espaço com banheiro e cozinha para que a espera fosse mais confortável. Apesar das filas, até o final da manhã, aproximadamente 20 vagas ainda estavam em aberto.

A Prefeitura Municipal de Chapecó divulgou uma nota sobre as matrículas dos CEI’S

A Administração Municipal, por meio da Secretaria de Educação, informa que:

• Não faltam vagas em Chapecó;

• Estão disponíveis 4.340 novas vagas para a Educação Infantil;

• 20 novas salas em construção com recursos próprios para atender a demanda 2019/2020;

• A Rede Municipal de Ensino entende a preocupação dos pais, mas não recomenda que enfrentem filas;

• Conforme relato dos Gestores, o processo inicial de matrículas no dia de hoje (06-11) transcorreu de forma tranquila, sem tumulto, em 95% das Instituições Educativas;

• Há espaços que atenderam toda a demanda e sobraram vagas para o segundo período de matrículas, marcado para os dias 05 e 06 de fevereiro de 2020;

• Por orientação do Ministério Público do Estado de Santa Catarina, o Município não aderiu ao sistema de distribuição de senhas;

• A Rede Municipal de Ensino possui 41 Centros de Educação Infantil Municipais e 10 extensões nas Escolas Básicas Municipais, distribuídos nas áreas urbana e rural.

Fonte:ClicRDC, Foto: Rangel Agnolin/ClicRDC

Últimos recados#

Curta o nosso site!#