Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
Oeste Capital 93.3 FM
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Entidades do Oeste questionam plano de concessões de rodovias

« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:outros, ponte, sejam, início, ocorra, concedidos, passam e municípios469 palavras7 min. para ler
Entidades do Oeste questionam plano de concessões de rodoviasVer imagem ampliada
Audiência debateu concessões das BRs 153, 282 e 480, nesta quinta.

Valor dos pedágios é um dos pontos questionados pelos participantes.


Uma audiência pública em Chapecó, no Oeste catarinense, promovida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) nesta quinta-feira (23) debateu o plano de concessões das BRs 153, 282 e 480, trechos que cortam Santa Catarina e o Paraná. Cerca de 130 pessoas, incluindo o empresariado da região, participaram do evento e questionaram prazos e propostas.

De acordo com a proposta apresentada, pedágios devem ser colocados em Vargem Bonita, Concórdia e Xanxerê. O valor que deve ser cobrado também foi questionado durante a audiência, que varia de R$ 5, 60 até R$ 14,50.

Esta foi a primeira de três audiências previstas para a formulação do plano. Segundo a ANTT, as próximas serão  nesta sexta (24), em Curitiba (PR), e a última em Brasília (DF), na próxima quinta (29). Interessados em opinar sobre o plano ainda podem enviar sugestões no site da Antt até as 18h do dia 30 de julho.

Entidades questionam

Para o presidente da Associação dos Usuários das Rodovias do Estado de Santa Catarina (Auresc), André Panizzi, é necessário que o plano seja analisado com mais prazo. Para a ANTT, a concessão para a iniciativa privada já está definida, o que ainda está em discussão são os ajustes que podem ser feitos no projeto. A expectativa é de que os leilões sejam feitos até o final deste ano para que o início das concessões ocorra em 2016.


Concessões

Em Santa Catarina, os trechos que devem ser concedidos passam pelos municípios de Água Doce, Ponte Serrada, Vargem Bonita, Irani, Concórdia, Vargeão, Faxinal dos Guedes, Xanxerê, Xaxim, Cordilheira Alta e Chapecó.


Em 9 de junho deste ano, o governo federal anunciou que Santa Catarina faz parte do programa nacional de concessões. Haverá investimentos no Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis, e em quatro trechos de rodovias. A estimativa de investimentos no estado é de pelo menos R$ 7,5 bilhões.

O trecho rodoviário a ser concedido para iniciativa privada  em Santa Catarina é composto pelas rodovias BR-476/PR, no trecho entre Lapa e União da Vitória; BR-153, entre União da Vitória e a divisa SC/RS; BR-282, no trecho entre o entroncamento com a BR-153 e o entroncamento com a BR-480; e BR-480, entre o entroncamento com a BR-282 e Chapecó.


A concessão consiste na exploração por 30 anos da infraestrutura e da prestação do serviço de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade no trecho rodoviário de 460,4 quilômetros que será concedido para administração da iniciativa privada.

Segundo a ANTT, “estão previstas implantação de 120 interseções até o quinto ano e mais cinco até o final da concessão; implantação de 58 passarelas até o quinto ano e outras três até o final da concessão, implantação de 54,3 quilômetros de vias marginais em travessias urbanas até o sexto ano e outros 2,0 quilômetros até o final da concessão“.

Fonte:G1
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!