Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
AcessibilidadeVer em LibrasCursor grandePausar animações

Eleito Javier Milei na Argentina e os impactos na economia do Brasil#

🔀


A eleição de Javier Milei traz um novo capítulo nas relações Argentina-Brasil. Enquanto Milei promete um futuro liberal e o fim da decadência econômica argentina, o Brasil observa atentamente, antecipando os impactos e oportunidades que essa nova era pode trazer. A manutenção de projetos estratégicos, como o gasoduto, sinaliza um caminho promissor para a cooperação econômica e o fortalecimento das relações bilaterais.

Vitória política e econômica
A recente eleição de Javier Milei como presidente da Argentina, representando o partido La Libertad Avanza, marca um ponto de virada não só na política argentina, mas também nas relações econômicas com o Brasil. Milei obteve uma vitória significativa sobre Sergio Massa, o candidato do governo, no segundo turno das eleições. Com uma promessa de terminar com o "modelo de casta empobrecedor” e o Estado onipresente, Milei se posiciona para trazer mudanças substanciais.

Projetos estratégicos mantidos
Uma das primeiras indicações de continuidade, apesar da mudança de governo, é a confirmação de que o projeto de um gasoduto entre Argentina e Brasil continuará. Este gasoduto, que transportará gás natural da megajazida de Vaca Muerta na Argentina até Uruguaiana no Rio Grande do Sul, Brasil, é um elemento chave na integração energética entre os dois países. A obra, ainda em licitação, pode ser concluída entre o fim de 2024 e início de 2025, com impactos significativos nos preços do gás natural no Brasil.

Impactos na economia brasileira
A continuidade desse projeto é fundamental para o Brasil, principalmente em termos de diversificação de fontes de energia e potencial redução de custos. Com a promessa de Milei de um futuro liberal para a Argentina, incluindo propostas como a dolarização da economia e a redução dos gastos estatais, há expectativas de uma maior estabilidade econômica na região, beneficiando diretamente o comércio bilateral e os investimentos.

Reações e expectativas
A eleição de Milei foi recebida com cautela pelo governo brasileiro. O presidente desejou "boa sorte e êxito ao novo governo” da Argentina, embora sem mencionar explicitamente o nome de Milei. Esta cautela reflete a necessidade de adaptação às novas políticas que poderão emergir sob a administração de Milei, particularmente em relação ao Mercosul e às relações comerciais regionais.

Desafios e oportunidades
Os desafios para Milei incluem equilibrar suas políticas com as necessidades de uma Argentina que tem enfrentado longos períodos de instabilidade econômica. Para o Brasil, a presidência de Milei pode representar uma oportunidade de fortalecer laços econômicos, beneficiando-se de uma Argentina potencialmente mais estável e aberta ao mercado. Contudo, o sucesso dessa relação dependerá da habilidade de ambos os governos em alinhar interesses e trabalhar em prol do crescimento econômico conjunto.

O post Eleito Javier Milei na Argentina e os impactos na economia do Brasil apareceu primeiro em ClicRDC.

Fonte:https://clicrdc.com.br/gestao-e-negocios/eleito-javier-milei-na-argentina-e-os-impactos-na-economia-do-brasil/
Outras opções
ImprimirReportar erroTags:milei, argentina, brasil, econômica, governo, impactos e relações450 palavras4 min. para ler

Compartilhar artigo:
CompartilharPin itPublicarRecomendar

Últimos recados#

Redes sociais#

+55 (49) 3361-3130Fale conosco agora