Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora:Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Chapecó contabiliza 23 kms de asfalto recuperados

« Mais recente🔀🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:são, estão, serviços, trabalhos, asfáltica, milhões e sinalização296 palavras3 min. para ler

O maior Programa de Recuperação Asfáltica do Estado de Santa Catarina segue em andamento em Chapecó. Os trabalhos contemplam a recomposição total do asfalto nas principais ruas, avenidas e acessos da cidade. Neste momento, as obras estão concentradas nos bairros São Cristóvão e Seminário. Os serviços de recapeamento acontecem simultaneamente nas ruas Licínio Córdova, Martinho Lutero e Avenida Nereu Ramos. Mais 23 kms já foram 100% recuperados, contemplando as Avenidas São Pedro, Getúlio Vargas, Irineu Bornhausen, Nereu Ramos e Fernando Machado, além das ruas Rio de Janeiro, João Martins, Condá, Antônio Morandini, São João, Martinho Lutero e Licínio Córdova. São 377.290 m2de pavimentação recuperados. No Bairro São Cristóvão, 780 metros da Rua Licínio Córdova já receberam os serviços de recape, restando apenas parte da sinalização vertical e horizontal para concluir os trabalhos. Na rua Martinho Lutero, restam três quadras para a conclusão da capa asfáltica e a sinalização. Os trabalhos nesta semana estão concentrados nas proximidades do Supermercado Celeiro Norte.A pavimentação asfáltica de toda a extensão da Avenida Nereu Ramos está sendo recuperada. O trabalho é mais complexo na região do bairro Seminário, pois além de 3.600 metros de drenagem pluvial, a obra contempla a construção de uma galeria de 30 metros no Lajeado Palmital. Mas essa etapa já está praticamente superada. 90% dos serviços de drenagem estão concluídos. Da pavimentação asfáltica, 55% dos trabalhos estão prontos e a sinalização horizontal e vertical, 20% concluída.  
Cerca de 30 kms de asfalto vão receber os serviços de recape nas duas primeiras etapas do Programa. R$ 40 milhões estão sendo investidos, numa parceria entre a Prefeitura de Chapecó e o Governo do Estado de Santa Catarina, por meio do Fundo Social (R$ 20 milhões / 1ª fase) e do Badesc, Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (R$ 20 milhões / 2ª etapa). 

Fonte e imagem: Prefeitura de Chapecó

Últimos recados

Curta o nosso site!

Guardamos estatísticas de uso e utilizamos cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais em nossa política de uso.