Voltar ao topo.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Chapecó é selecionado para o Pet-Saúde

« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:secretária, caroline, constanci, bettanin, complexa, ampla, atua e educação361 palavras5 min. para ler
Chapecó é selecionado para o Pet-SaúdeVer imagem ampliada
Oito municípios em Santa Catarina tiveram seus projetos selecionados para o Programa Pet-Saúde/GraduaSUS do Ministério da Saúde. Um deles é o município de Chapecó, que juntamente com a UFFS – Universidade Federal da Fronteira Sul se inscreveram no edital.  Foram aprovados dois grupos com 18 bolsas  distribuídas da seguinte forma: 06 para profissionais de saúde, 06 para estudantes (medicina e enfermagem) e 06 para professores. O objetivo desse programa é a integração entre a rede municipal de saúde com os cursos de graduação, visando à reorientação da formação profissional voltada para a realidade do Sistema Único de Saúde(SUS), almejando que os futuros profissionais conheçam a estrutura e estejam preparados para futuramente atuar na rede. 

 

O programa é uma iniciativa voltada ao fortalecimento das ações de integração ensino – serviço - comunidade por meio de atividades que envolvam o ensino, a pesquisa, extensão universitária e a participação social. O projeto será desenvolvido entre maio de 2016 e abril de 2018 com foco na atuação em projetos de controle da obesidade e zoonoses, nos territórios dos bairros Jardim América, Leste e Seminário, com atividades em grupo, ações com a comunidade e educação permanente.

 

De acordo com a Secretária de Saúde de Chapecó, Caroline Constanci Bettanin, a rede municipal de saúde é bastante complexa e ampla, por isso é importante que os futuros profissionais de saúde já conheçam como ela atua e funciona. “Conseguimos essa ligação através dos estágios e cursos oferecidos, e o PET é uma outra alternativa para que consigamos capacitar os futuros profissionais para que quando eles cheguem para efetivamente atuar na rede, já conheçam como ela está estabelecida”, enfatizou. 

 

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon destaca que a rede de saúde é composta por 26 Centros de Saúde da Família, uma UPA – Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, um PA – Pronto Atendimento 24 horas na Efapi, um Hospital Regional do Oeste, um Hospital da Criança, além dos serviços de especialidades. Para ele, é importante essa aproximação entre o município e as universidades, pois a rede é de todos e precisa constantemente de melhorias e avanços. “Cada espaço tem suas características e demandas, e os profissionais que irão atuam em cada um deles, somente vivenciando é que poderão conhecer”, finalizou

Fonte:Prefeitura de Chapecó
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!