Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Ver em Libras

ATENÇÃO: Mina da Braskem pode desabar a qualquer momento#

🔀


Na tarde desta sexta-feira (01), a Defesa Civil disse que a área ao redor da mina 18 da Braskem, em Maceió, na Capital de Alagoas, está em risco iminente de colapso. O local afunda em uma velocidade de 2,6 centímetros por hora. O prefeito da cidade, João Henrique Caldas, declarou que a mineradora é responsável pela maior tragédia urbana do mundo em curso

"A Defesa Civil de Maceió informa que o deslocamento vertical acumulado da mina 18 é de 1,42m e a velocidade vertical é de 2,6cm por hora. O órgão permanece em ALERTA MÁXIMO devido ao risco iminente de colapso da mina nº 18, que está na região do antigo campo do CSA, no Mutange. Por precaução, a recomendação é clara: a população não deve transitar na área desocupada até uma nova atualização da Defesa Civil, enquanto medidas de controle e monitoramento são aplicadas para reduzir o perigo. A equipe de análise da Defesa Civil ressalta que essas informações são baseadas em dados contínuos, incluindo análises sísmicas. O órgão reitera a recomendação de evitar a área desocupada DO ANTIGO CAMPO DO CSA por questões de segurança”, informou a Defesa Civil de Maceió.

Prefeito diz que a Braskem tem que ser responsabilizada por tragédia em Maceió

Em entrevista na manhã desta sexta-feira, o prefeito de Maceió, JHC, trouxe as últimas informações sobre o iminente colapso da mina da Braskem, localizada no bairro do Mutange, e declarou que a mineradora é responsável pela maior tragédia urbana do mundo em curso. Para o prefeito, a empresa, que atua na capital alagoana desde a década de 1970, deve ser responsabilizada por todos os crimes cometidos contra a capital alagoana.

"A empresa Braskem começou a operar em Maceió na década de 1970. De lá pra cá, essa exploração predatória continuou de forma agressiva. Faltou fiscalização por parte dos órgãos competentes de maneira mais contundente. A municipalidade não tem competência direta sobre autorizações e fiscalizações da atividade da Braskem e, por isso, o município também acaba sendo vítima de toda essa tragédia. Agora precisamos agir diariamente para poder mitigar todos os danos”, esclareceu o prefeito JHC.

Posição da Braskem

Em nota divulgada pela CNN Brasil, a Braskem diz que "continua mobilizada e monitorando a situação da mina 18” e "tomando todas as medidas cabíveis para minimização do impacto de possíveis ocorrências”.

"Os dados atuais de monitoramento demonstram que a acomodação do solo segue concentrada na área dessa mina e que essa acomodação poderá se desenvolver de duas maneiras: um cenário é o de acomodação gradual até a estabilização; o segundo é o de uma possível acomodação abrupta”, acrescenta a companhia.

A empresa diz ainda que "a área de serviço da Braskem nas proximidades da mina 18 está isolada desde a tarde de terça-feira. Ademais, a região onde está localizada referida mina (área de resguardo) já está totalmente desocupada desde 2020”.

A Braskem acrescenta que "a extração de sal-gema em Maceió foi totalmente encerrada em maio de 2019, e a Braskem vem adotando as medidas para o fechamento definitivo dos poços de sal, conforme plano apresentado às autoridades e aprovado pela Agência Nacional de Mineração (ANM). Esse plano registra 70% de avanço nas ações, e a conclusão dos trabalhos está prevista para meados de 2025”.

O post ATENÇÃO: Mina da Braskem pode desabar a qualquer momento apareceu primeiro em ClicRDC.

Fonte:https://clicrdc.com.br/seguranca-publica/atencao-mina-da-braskem-pode-desabar-a-qualquer-momento/
Outras opções
ImprimirReportar erroTags:braskem, mina, maceió, está, área, prefeito e civil546 palavras5 min. para ler

Compartilhar artigo:
CompartilharPin itPublicarTuitarRecomendar

Últimos recados#

Redes sociais#

+55 (49) 3361-3130Fale conosco agora
Controle sua privacidade:

Este site usa cookies para melhorar a navegação.
Termos legais e privacidadeOpt-out