Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topo.Ver em Libras.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora:Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Tropeço em casa: Após 17 rodadas, Chapecoense perde novamente na Série B

« Mais recente🔀🛈Categoria:Esporte
ImprimirReportar erroTags:bola, cruzeiro, foi, chapecoense, área, time e ricardo678 palavras9 min. para ler
A Chapecoense foi superada pelo Cruzeiro na noite desta terça-feira (24), na Arena Condá, em Chapecó (SC). Essa foi a segunda derrota do Verdão na Série B do Campeonato Brasileiro. A única derrota até então tinha sido contra o Cuiabá, na sexta rodada. O gol do time mineiro foi marcado por Rafael Sobis.
Em busca de manter a diferença para o vice-líder, a Chapecoense entrou na Arena Condá com a mesma escalação que venceu o Sampaio Corrêa na última rodada. Com mais posse de bola, o Verdão dominava o meio-campo, mas não conseguia chegar ao gol de Fábio. Sem infiltração na defesa, Chape e Cruzeiro tentavam arriscar de fora da área para abrir o placar em Chapecó. A primeira grande chance do time catarinense foi aos 7’. Ezequiel fez boa jogada pela direita e tocou para a segunda trave, mas Alan Ruschel chegou atrasado e não conseguiu finalizar a bola.
O Cruzeiro chegou com perigo ao 13’. O ex-Chapecoense Régis cobrou uma falta na área Verdão, Manoel desviou a bola e ela ficou com Adriano. O volante da Raposa cabeceou a bola e ela foi no canto direito, mas para fora do gol de João Ricardo.
O jogo na Arena Condá era bem jogado e equilibrado. O Cruzeiro conseguia manter mais a bola, mas a Chape também assustava os mineiros. Aos 16’, Matheus Ribeiro foi lançado na área. O lateral do Verdão tentou encobrir Fábio, o goleiro se recuperou e defendeu a bola. Logo em seguida, em dois lances, a Raposa quase abriu o placara em Chapecó. Aos 17’, Rafael Sobis dominou a bola e chutou de fora da área, mas João Ricardo espalmou para escanteio. Na cobrança, a bola sobrou para Cáceres, que novamente cruzou para a área. Dessa vez, o zagueiro Ramón apareceu na segunda trave e cabeceou, mas o goleiro da Chape defendeu mais uma vez.
Após a metade do primeiro tempo, o time mineiro conseguiu dominar o meio-campo. A raposa tinha mais posse de bola e a Chapecoense não tinha força ofensiva para pressionar o Cruzeiro. Aos 32’, João Ricardo entrou em cena para salvar a equipe novamente. Após boa jogada do time celeste, o atacante Airton recebeu na área e cabeceou, a bola foi para Régis que chutou forte, mas João Ricardo salvou a Chape.
Fim da primeira etapa na Arena Condá. Com um pequeno domínio do time mineiro, Chapecoense e Cruzeiro saíram zerados do campo graças as defesa de João Ricardo.
Com mais equilíbrio que a primeira etapa, o segundo tempo começou sem grandes chances. Com forte marcação no meio-campo, as duas equipes pouco conseguiam criar oportunidades de ataque. A primeira chance aconteceu aos 12’. Paulinho Moccelin fez ótimo cruzamento na área e Anselmo Ramon finalizou de bicicleta, mas Fábio defendeu no meio do gol.
Aos 17’ da segunda etapa aconteceu o lance mais polêmico da partida. O árbitro Zandick Gondim Alves Junior marcou pênalti em uma disputa entre Luiz Otávio e Rafael Sobis. Após conversar com o bandeirinha, Zandick anula o pênalti e marca escanteio para o time mineiro.
O Verdão apresentou muitas falhas ofensivas na partida contra o Cruzeiro. Aos 24’, para mudar a situação do ataque da Chape, o técnico Umberto Louzer colocou na partida Mike e Felipe Garcia. As alterações não fizeram o efeito esperado e o time mineiro continuou com o domínio na partida. Aos 27’, Rafael Sobis cobrou uma falta, a bola foi forte e acertou o travessão da Chape. Cinco minutos depois, em nova cobrança de falta, Rafael Sobis abriu o placar na Arena Condá. Aos 32’, o atacante do Cruzeiro chutou no canto direito de João Ricardo e marcou o primeiro gol da partida.
Mesmo com as mudanças de Umberto Louzer, a Chapecoense não conseguiu criar chances no ataque e o jogo terminou com o triunfo do Cruzeiro. Fim de jogo na Arena Condá, Chapecoense 0, Cruzeiro 1.
Com a derrota a Chapecoense ficou com 47 pontos, quatro a frente do vice-líder América Mineiro. O Verdão volta a campo no próximo sábado (28), no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), contra o Guarani.  
Foto: Márcio Cunha/ACF
 

Últimos recados

Curta o nosso site!