Voltar ao topo.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Sete pessoas foram mortas por hora no Brasil em 2016

« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:conteúdo, alegre, observada, redução, públicas, políticas, gastaram e governos230 palavras4 min. para ler
Sete pessoas foram mortas por hora no Brasil em 2016Ver imagem ampliada
O Brasil registrou 61.619 mortes violentas em 2016, o maior número de homicídios da história e compilados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Foram sete pessoas assassinadas por hora no ano passado, aumento de 3,8% em relação a 2015. A taxa de homicídios para cada 100 mil habitantes ficou em 29,9 no país. Os mais de 61,5 mil assassinatos cometidos em 2016 no Brasil equivalem, em números, às mortes provocadas pela explosão da bomba nuclear que dizimou a cidade de Nagasaki no Japão, em 1945, durante a Segunda Guerra Mundial.


Sergipe registrou a maior taxa de mortes violentas por 100 mil habitantes: 64, seguido de Rio Grande do Norte, com 56,9 e Alagoas, com 55,9, todos estados do Nordeste. As capitais com maiores taxas de assassinatos por 100 mil habitantes são Aracaju, com 66,7, Belém, 64, e Porto Alegre, 64,1. Apesar disso, os governos gastaram 2,6% menos com políticas públicas de segurança pública em 2016: 81 milhões. A maior redução observada foi nos gastos do governo federal: 10,3%.


A letalidade das polícias nos estados brasileiros aumentou 25,8% em relação a 2015: 4.224 pessoas foram mortas em decorrências de intervenções de policiais Civis e Militares. Quase a totalidade das vítimas é homem, 99,3%, jovem, 81,8% têm entre 12 e 29 anos, e negra, 76,2%. O número de policiais mortos também aumentou 17,5% em relação a 2015: 437 policiais civis e militares foram vítimas de homicídio em 2016. A maioria das vítimas também é negra: 56% contra 43% de brancos e, em 32,7% dos casos, têm de 40 a 49 anos.


 


Fonte: G1


 


Foto: Nivaldo Lima/Futura Press/Estadão Conteúdo



 

Fonte:G1
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!