Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
Oeste Capital 93.3 FM
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Profissionais da saúde recebem capacitação para aumentar prevenção de infecção com o vírus HIV

« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:imagem, camisinha, entrado, seja, ocorrida, violência, sexo e caso301 palavras4 min. para ler
Profissionais da saúde recebem capacitação para aumentar prevenção de infecção com o vírus HIVVer imagem ampliada
A Gerência Regional de Saúde (Gersa) Chapecó e o Serviço de Atendimento Especializado (SAE) realizaram em parceria, nesta terça-feira (10), capacitação sobre Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP), que é uma forma de prevenção à infecção pelo HIV em pessoas que tiveram um possível contato recente com o vírus. Para isso são usados os medicamentos que fazem parte do coquetel aplicado no tratamento da Aids.
A programação realizada no auditório da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Chapecó contou com profissionais da área hospitalar, da atenção básica e vigilância epidemiológica dos 39 municípios que pertencem à gerência regional. Eles receberam informações sobre a atualização deste sistema, logística dos medicamentos e a necessidade de realizar as notificações do uso da PEP.

A coordenadora de DST/AIDS e Hepatites Virais da Gersa Chapecó, Marta Tochetto Primo, destaca que foram atualizadas informações sobre este tratamento que é direcionado para pessoas que possam ter entrado em contato com o vírus, seja em casos de exposição sexual, ocorrida em casos de violência sexual ou sexo sem camisinha, ou no caso de profissionais de saúde que se acidentam com agulhas e outros objetos cortantes contaminados. “O objetivo é divulgar para os profissionais o direito que o paciente tem ao uso dos antirretrovirais, que diminuem os riscos da infecção”, afirma Marta. O Kit de medicamentos que faz parte do protocolo da PEP também foi alterado. “Solicitamos que cada hospital trouxesse o kit de antirretrovirais adulto para ser trocado”, destaca a coordenadora.
O Serviço de Atendimento Especializado (SAE) da Prefeitura de Chapecó, atende o município sede e mais 36 municípios da Regional de Saúde que estão pactuados, está indicado no atendimento de pessoas expostas ao vírus do HIV. “O SAE é referência para dispensação do antirretroviral, orientações e testagem”, afirma a coordenadora do SAE Vanise Putzel.
Fonte e imagem: Prefeitura de Chapecó

Fonte:PMC
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!