Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topoVer em Libras
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora:Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Presidente do Egito declara três meses de estado de emergência após explosões em igrejas#

  1. Início
  2. BlogCentral de ajudaContatoEventosMapa do siteMural de recados
  3. Geral
  4. Presidente do Egito declara três meses de estado de emergência após explosões em igrejas
Veja também
« Mais recente🔀Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:estado, país, sisi, egito, mohamed, tem e egípcia196 palavras2 min. para ler

O presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, anunciou na noite deste domingo (9) um estado de emergência por três meses no país após os atentados com explosivos contra duas igrejas cristãs que deixaram pelo menos 44 mortos. A decisão está sujeita à aprovação parlamentar. Em discurso transmitido ao vivo pela emissora de TV estatal, Al-Sisi afirmou que o objetivo do estado de emergência é "proteger o país e preservar (sua segurança)". O estado de exceção foi decretado em algumas ocasiões excepcionais em anos passados, depois que esteve em vigor de forma contínua entre 1981 e 2012, quando foi abolido ao calor da revolução egípcia de 2011.Segundo a Constituição egípcia, o chefe de Estado ainda deve submeter essa medida ao Parlamento, que tem uma semana para se pronunciar. Seu grupo político domina a Casa. Al-Sissi dirige o país com mão de ferro desde a derrocada do islamita Mohamed Mursi em 2013, o primeiro presidente eleito democraticamente no Egito. Em mensagem à comunidade internacional, Al-Sisi destacou que esta "tem que castigar os países que apoiaram o terrorismo e criaram a ideologia (radical) e trouxeram combatentes (ao Egito) de todo o mundo".
Fonte: G1

Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters)

Últimos recados#

Curta o nosso site#

Este site usa cookies para melhorar a navegação.
Termos legais e privacidadeOpt-out