Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Item adicionado ao pedido! E agora?
Permanecer na página atualIr para a tela de finalização do pedido
Voltar ao topo.
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Lavagem de dinheiro e evasão de divisas abasteciam o tráfico e o contrabando

AnteriorPróximo
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:rpc, ilegal, comércio, operar, autorização, importadoras, contava e cabo225 palavras3 min. para ler
Lavagem de dinheiro e evasão de divisas abasteciam o tráfico e o contrabandoVer imagem ampliada
O esquema de lavagem de dinheiro e de evasão de divisas investigado na Operação Hammer-on era usado para abaster o tráfico de drogas e o contrabando, segundo o delegado da Polícia Federal Jackson Cerqueira Filho. `Trata-se de um grupo de pessoas que se especializou em fazer o dinheiro de criminosos brasileiros chegar para criminosos do Paraguai`, afirmou o delegado. A ação conjunta com a Receita Federal deflagrada nesta terça-feira (15) apura o envolvimento de empresas fantasmas, contrabandistas de cigarros e de mercadorias e traficantes de drogas e armas. Dezenove pessoas foram presas e apreendidos cerca de R$ 400 mil e três carros de luxo.
De acordo com as investigações, a organização criminosa movimentou ilegalmente R$ 5,7 bilhões entre 2012 e 2016. No total, 1.382 contas bancárias tiveram o sigilo quebrado. A compensação ilegal de dinheiro, explicou, por meio das chamadas operações dólar-cabo, contava com empresas importadoras sem autorização para operar no comércio exterior, postos de combustíveis e casas de câmbio.
Ao todo, cinco núcleos interdependentes utilizavam o esquema para lavar dinheiro e receber valores de pessoas físicas e jurídicas interessadas em adquirir mercadorias, drogas, armas e cigarros no Paraguai. Para receber os pagamentos destes traficantes e empresários, fornecedores paraguaios indicavam contas bancárias no Brasil em nome de laranjas e empresas fantasmas que eram controladas por doleiros e casas de câmbio paraguaias.
Fonte: G1


Foto: Marcos Landim/RPC

Fonte:G1
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

AnteriorPróximo

Curta o nosso site!

AnteriorPróximo