Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
Oeste Capital 93.3 FM
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Ambev tem lucro de R$ 2,5 bilhões no 1º trimestre, mas vendas no Brasil encolhem

« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:g1, atingindo, dígitos, cresceu, reflexo, crescente, busca e percentual315 palavras5 min. para ler
Ambev tem lucro de R$ 2,5 bilhões no 1º trimestre, mas vendas no Brasil encolhemVer imagem ampliada
A Ambev, maior fabricante de cerveja e refrigerantes da América Latina, registrou lucro líquido atribuído aos controladores de R$ 2,516 bilhões no 1º trimestre, o que representa uma alta de 14,4% na comparação com os 3 primeiros meses do ano passado (R$ 2,199 bilhões). O ganho, entretanto, foi menor do que o registrado no 4º trimestre (R$ 3,299 bilhões).
Já o lucro líquido ajustado foi de R$ 2,61 bilhões no 1º trimestre, alta de 12,7% na comparação anual, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira (9). A companhia atribuiu o resultado à redução das despesas financeiras e a um “crescimento orgânico do Ebtida“ consolidado de todas as operações – o lucro de juros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, que subiu 10,1% no 1º trimestre, atingindo R$ 4,638 bilhões. A margem Ebitda ajustado subiu 1,2 ponto percentual para 39,9%.
A receita líquida da Ambev cresceu 5,9% na comparação anual, para R$ 11,64 bilhões, mesmo com queda de 1,8% nas vendas do Brasil, que foram impactadas por volumes mais fracos em cerveja e refrigerante, que caíram 8,1% e 19,4%, respectivamente. A empresa destacou, entretanto, que a queda de volume de vendas de cerveja “foi quase totalmente compensada“ por um crescimento de 7,7% na receita por hectolitro da bebida.
A queda no volume de vendas de cerveja no Brasil tem sido nos últimos trimestres compensada por um maior consumo das marcas de cervejas mais caras da Ambev. “O portfólio premium de marcas globais da cervejaria, que inclui Budweiser, Corona e Stella Artois, seguiu sua trajetória de crescimento e avançou dois dígitos no trimestre, reflexo da crescente busca dos consumidores pela categoria“, destacou a companhia. Na divisão que inclui, além do Brasil, outros países da América do Sul, a receita líquida da Ambev aumentou 24,6% em relação ao mesmo período de 2017. Na divisão Caribe, a alta foi de 8,7%, enquanto o Canadá ficou praticamente estável. A Ambev é a maior empresa de capital aberto do Brasil e está avaliada atualmente na bolsa em R$ 350 bilhões.
 
Foto: Marcelo Brandt/G1
 

Fonte:G1
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!