Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Chapecoense costura acordo para Tiago Luís retornar e deixar o Joinville

VoltarVeja também
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:diferenciado, aprimorar, forma, física, treinar, estava, disponível e derrota397 palavras5 min. para ler
Chapecoense costura acordo para Tiago Luís retornar e deixar o Joinville
Ver imagem ampliada
Meia-atacante procura dirigentes do JEC após revés no Mineirão para informar de proposta para voltar ao Verdão do Oeste, clube que defendeu por duas temporadas

Atrás de um atacante de velocidade para compor o elenco para o Campeonato Brasileiro, a Chapecoense costura acordo para ter um nome conhecido da torcida: Tiago Luís. A diretoria do Verdão do Oeste procurou o jogador nos últimos dias, e o atleta gostou da proposta. A negociação está perto de ser concretizada, mas depende da liberação do Joinville, onde tem contrato até o fim deste ano. A diretoria do JEC foi informada da oferta e não se opõe se o jogador tiver o desejo de se transferir.

Após o revés do JEC para o Atlético-MG, neste domingo, o meia-atacante procurou o superintendente de futebol Cesar Sampaio para falar sobre a proposta e a possibilidade de trocar o Norte pelo Oeste de Santa Catarina. A negociação deve ter o desfecho nos próximos dias, porém o JEC tem bem claro que não vai tentar segurar qualquer jogador do elenco, caso não esteja contente no clube. 

Depois de duas temporadas na Chapecoense, o jogador não acertou a prorrogação do vínculo com o time alviverde no final de 2014 e desembarcou em Joinville no começo do ano. Com quatro gols anotados em 21 jogos, chegou a ser o artilheiro do JEC na temporada. Recentemente, passou a receber tratamento diferenciado para aprimorar a forma física, porém não chegou a treinar em separado e estava disponível. Tanto que chegou a atuar neste domingo, na derrota por 1 a 0 para o Galo, em que saiu do banco de reservas, após perder a titularidade por opção do técnico Adilson Batista. Tem cinco partidas com a camisa tricolor no Brasileirão - dentro do limite de transferência para um time de mesma divisão.


No Verdão do Oeste, o meia-atacante chegou na metade de 2013 e sofreu com o alto número de lesões no primeiro ano. Em 2014, ele retomou o bom futebol na reta final do Campeonato Brasileiro e foi o vice-artilheiro da Chape na competição nacional, com cinco gols anotados.

Nascido em Ribeirão Preto e revelado pelo Santos, o jogador de 26 anos chegou  despertar interesse do Real Madrid no início da carreira, e até chamado de “Messi  brasileiro“ pela imprensa madrilenha. O atacante passou pelo futebol português e, posteriormente, jogou em times do interior paulista, antes de atuar pela Chape e Joinville.

Fonte:globoesporte.com
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!