Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Alisson salva, e Inter fica no empate com a Chapecoense no Beira-Rio

VoltarVeja também
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:maranhão, oportunidades, figura, importante, vermelhos, artilheiro, ano e gols397 palavras6 min. para ler
Alisson salva, e Inter fica no empate com a Chapecoense no Beira-Rio
Ver imagem ampliada
Goleiro fez duas grandes defesas no segundo tempo e garantiu o 0 a 0


Mais uma vez, após a eliminação na Libertadores, o Inter não consegue vencer no Brasileirão. Apesar da pressão no final do jogo, o time de Diego Aguirre ficou no 0 a 0 com a Chapecoense, no Beira-Rio, e segue sem engrenar na competição. O Verdão do Oeste ainda perdeu a chance mais clara do jogo, quando Tiago Luís parou em defesa espetacular de Alisson, no segundo tempo. 

O empate mantém ambos separados por 2 pontos na tabela - 23 dos catarinenses, em nono, contra 21 dos gaúchos, em 10º. Na próxima rodada, o Inter encara o clássico Gre-Nal, no domingo, às 18h30, na Arena. Já o Verdão enfrentará, no mesmo dia e horário, o Figueirense, em duelo local de Santa Catarina. 

O Inter trabalha para esquecer a decepção causada pela eliminação na Libertadores. Inclusive, também parece que não terá mais a intensidade dos tempos da competição continental. Se há alguns meses o Colorado passava por cima de rivais nos minutos iniciais, neste domingo foi a Chapecoense que quase marcou com Bruno Rangel. O que deixou claro desde o início: o Verdão não apenas trabalharia para impedir que os donos da casa jogassem. 

Após mais de 60 dias, Eduardo Sasha e Valdívia retomaram parceria marcada pela velocidade. O segundo, porém, foi o único a ser figura importante dos vermelhos. Artilheiro colorado no ano, com 12 gols, não aumentou a conta na etapa inicial por conta de Danilo, que parou o meia em duas oportunidades, uma delas em finalização de dentro da pequena área. Tiago Luís e Ananias, insinuantes, foram perigosos nos contra-ataques. 

Foi justamente Tiago Luís que protagonizou um lance extraordinário com Alisson. O atacante dominou um balão da defesa, despretensioso, e arrancou livre. Correu uns 30m até ficar frente a frente com o goleiro colorado. Deu o toque e tirou do camisa 22. Ou melhor, achou que havia feito isso. Alisson voou e deu um tapa com a mão direita, salvando o Inter. O lance exemplifica um buraco deixado no meio-campo. Por ali, Wagner e o próprio Tiago Luís circularam com facilidade, sem incômodo dos marcadores. E criaram perigos, que estancaram com a saída de Anderson e entrada de Wellington Martins. Logo depois, Eduardo Sasha acertou o travessão de Danilo. A pressão colorada, porém, não surtiu efeito - Alisson ainda salvaria no último lance, em desvio de Maranhão na pequena área.

Fonte:globoesporte.com
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!